RECICLAGEM DE ÓLEO VEGETAL

Você sabia?

O descarte incorreto de 1 litro de óleo pode contaminar milhares de litros de água e causa o entupimento de tubulações. Nos rios, forma uma camada impermeabilizante na superfície que impede a passagem da luz do sol comprometendo o oxigênio existente e causando a morte dos peixes e da vegetação aquática.

A reutilização do óleo é uma pratica que já vem sendo feita há anos principalmente na fabricação de sabão, porém essa reciclagem era feita com o intuito de economia e não como uma forma de evitar a contaminação e a poluição do meio ambiente. Hoje, no entanto existem diversos destinos nos quais o óleo usado é submetido, como o biodiesel, combustível que além de evitar a extração do petróleo que é um recurso finito, libera uma carga menor de poluentes na atmosfera se comparado ao diesel comum.

Conheça um pouco sobre o biodiesel, suas vantagens e desvantagens.

O biodiesel é um combustível biodegradável produzido a partir de fontes renováveis como óleos vegetais e gorduras animais, os quais reagem quimicamente com álcool ao se adicionar um catalisador. Existem diferentes espécies de plantas no Brasil que podem ser usadas para produzir o biodiesel, entre elas estão a mamona, canola, girassol, amendoim, soja e algodão, além do óleo usado. Matérias-primas de origem animal, como o sebo bovino e gordura suína também podem ser utilizadas na fabricação do mesmo. O biodiesel substitui a utilização total ou parcialmente do óleo diesel comum proveniente do petróleo e pode ser usado puro ou misturado ao diesel em diversas proporções.

Vantagens:  

·         A queima do biodiesel gera baixos índices de poluição, não colaborando para o aquecimento global.

·         Gera emprego e renda no campo, diminuindo o êxodo rural.

·         O biodiesel é um ótimo lubrificante e pode aumentar a vida útil do motor.

·         Substitui o diesel nos motores sem necessidade de ajustes.

 Desvantagens:

·         Com o uso de grãos para a produção do biodiesel, poderemos ter o aumento no preço dos produtos derivados deste tipo de matéria-prima.

·         Poucos pontos de abastecimento se comparado ao diesel comum.

·         Pode ser mais caro que o diesel comum dependendo da área e da matéria prima a ser utilizada.